Resumo Novela Liberdade Liberdade de 4/7,5/7,7/7 e 8/7/2016

Resumo Liberdade Liberdade de 4/7/2016

Rubião tenta esconder as marcas do assassinato. Joaquina/Rosa se preocupa com o atraso de Raposo para o jantar.

Alessandra tenta evitar que Xavier veja Branca, com medo de que o rapaz descubra a perda do bebê.

Branca tenta convencer Mimi a lhe ceder seu filho após o nascimento.

Virgínia comenta com Xavier sobre o desaparecimento de Mimi. Anita percebe uma mancha de sangue no punho da camisa de Rubião. Dionísia fala pra Blandina que teme o destino de Terenciano.

Resumo Liberdade Liberdade de 5/7/2016

os moradores de Vila Rica seguem para o velório. Branca escreve um bilhete para Virgínia, fingindo ser Mimi.

Tolentino comenta com André que Rubião acredita que o assassinato está relacionado a Mão de Luva.

Gaspar aproveita que a família de Raposo está fora da chácara e coloca a peruca de Terenciano sobre a cama de Dionísia.

Dom João afirma ao Duque de Ega que não está satisfeito com o trabalho de Rubião e o nomeia Interventor Real em Minas Gerais. Rubião fala pra Joaquina/Rosa que eles são uma única família.

Resumo Liberdade Liberdade de 7/7/2016

Omar afirma para Xavier que voltou para ajudar a encontrar quem cometeu o assassinato.

Omar entrega a Rubião um salvo-conduto, dizendo que o Príncipe Regente o perdoou.

Virgínia chora nos braços de Xavier. Omar avisa Joaquina/Rosa que estará a seu lado sempre.

Omar promete a Jacinta comprar sua alforria. Rubião manda o carcereiro torturar Ascensão, mas a mulher não revela o paradeiro de Mão de Luva. Xavier promete ajudar Mão de Luva a libertar Ascensão. Rubião se enfurece ao ver Xavier e Joaquina abraçados.

Resumo Liberdade Liberdade de 8/7/2016

Dionísia desmaia ao ver a peruca de Terenciano em sua cama. Pressionada por Joaquina/Rosa e André, Blandina conta que Dionísia assassinou Terenciano.

Anita encontra um lenço sujo de sangue na sala de Rubião. Virgínia desconfia da veracidade do bilhete de Mimi.

Malveiro avisa a André e Joaquina/Rosa que houve um acidente na mina.

Dom João desconfia de que o assassinato cometido em Vila Rica foi obra dos rebeldes.

Duque de Ega se apresenta a Rubião como Interventor de Vila Rica, nomeado por Dom João VI.

Branca e Xavier se casam.